Bloqueio no Facebook: Por que isso acontece e como evitar?

Mensagens como: sua conta foi bloqueada por não estar de acordo com nossas regras, seus anúncios não foram aprovadas pois infringem as regras e muitas outras são comuns quando ocorrem bloqueio no Facebook.

bloqueio facebook empresa

Empresas que utilizam da maior rede social do mundo, há 15 anos no mercado e com 25 bilhões de usuários ativos, estão propensas a terem suas contas bloqueadas em algum momento.

O Facebook possui uma série de políticas para garantir o bom funcionamento de sua rede social, que pode ser aplicada tanto para usuários finais quanto para marcas e negócios. Além disso, os anúncios também são tratados como um produto diferente possuindo uma política a parte.

Mas por que as contas do Facebook são bloqueadas? Como evitar que a sua empresa seja penalizada? E, caso já tenha sofrido alguma restrição, como lidar com isso?

Veja estes e outros pontos importantes neste post e aprenda como proteger sua presença online na maior rede social do mundo. Confira!

Por que uma conta pode ser bloqueada no Facebook?

Como dito anteriormente, o Facebook possui uma série de regras para manter o bom convívio de seus usuários e impedir que qualquer pessoa cometa excessos.

Quando alguém infringe tais regras, principalmente se o fizer de modo recorrente, o bloqueio da conta pode ser uma medida de retaliação. A suspensão pode vir com ou sem aviso prévio, dependendo do tipo de infração.

Controlar o comportamento de bilhões de usuários não é nada fácil e, por isso, é compreensível que uma ação severa como essa venha a ser tomada pelo Facebook.

O problema é que para uma empresa uma suspensão temporária ou bloqueio de conta pode causar sérios prejuízos. Se a empresa utilizar o Facebook como principal canal de vendas e marketing, as consequências podem ser ainda mais sérias.

Restrição da mLabs no Facebook

Para exemplificar este caso podemos pegar o evento mais recente e conhecido, a restrição da mLabs. Segundo o comunicado oficial da marca, no dia 18 de março o aplicativo da mLabs foi restringido no Facebook.

Por causa desse bloqueio cerca de 7 milhões de posts, que teriam sido publicados com o sistema da empresa, foram ocultados das páginas da rede social.

A medida foi tomada, de acordo com feedback do Facebook, por causa do excesso de denúncias e feedbacks negativos em algumas postagens de usuários da mLabs. Como as atualizações foram publicadas pelo aplicativo da empresa, a penalização afetou todos os seus clientes.

No site oficial da ferramenta é possível ver que mais de 300 mil empresas já utilizaram a mLabs. Esse número dá uma ideia clara da magnitude do bloqueio e de quantas pessoas e marcas foram afetadas com a medida.

A restrição foi suspensa no dia 22 de março e as operações da mLabs já voltaram ao normal no Facebook, de acordo com atualizações da marca em seu comunicado oficial.

Talvez no seu caso o impacto seria menor, mas mesmo assim é preciso tomar algumas precauções para evitar o bloqueio. E, quando a restrição vier, você precisa ter formas de lidar com isso e minimizar as perdas.

Motivos comuns para bloqueios de conta no Facebook

Antes de entender como prevenir e lidar com essa situação, precisamos compreender as razões mais comuns para bloqueios de conta no Facebook.

Entre as situações que levam a penalizações, estão:

  • Violação das políticas: a rede social disponibiliza sua Política para consulta e tem uma série de regras. Esse documento explica a maioria das razões que podem levar ao bloqueio da conta, bem como maneiras de evitar qualquer penalização.
  • Denúncias ou feedbacks negativos: quando as pessoas reagem de forma negativa às suas publicações. O Facebook analisa cada uma das denúncias e se julgar adequado, pode suspender ou notificar você de suas infrações. Entre as reações analisadas: denúncias, ocultação ou remoção de publicações pelos usuários, sinalização de conteúdo ofensivo, quando uma pessoa deseja não ver o post, etc.
  • Logins suspeitos ou não autorizados: O Facebook usa vários recursos para proteger a privacidade de seus usuários. Um deles é a geolocalização, um recurso que define os locais em que você usa sua conta e cria um padrão. Se algo sair do habitual, a sua conta pode ser bloqueada temporariamente e pode ser exigido que você confirme sua identidade.
  • Conteúdos enganosos, preconceituosos ou que incitem a violência: não há muito o que explicar aqui. Apenas cabe uma ressalva, para as empresas é melhor evitar tratar de assuntos polêmicos. Pois o tiro pode sair pela culatra e gerar alguma penalização.

Vale lembrar também que as regras para as empresas podem ser um pouco diferentes das aplicadas para usuários comuns. Marcas podem anunciar no Facebok, o chamado Facebook Ads.

Trata-se de um programa de publicidade do Facebook, que possui suas próprias regras e políticas que podem ser conferidas aqui. Portanto, é bom ficar de olho nessas medidas também para evitar qualquer bloqueio.

Por falar nisso, dá uma olhada neste post da Camila Porto sobre os “3 principais erros que podem levar ao bloqueio de seus anúncios e conta de publicidade”.

Mas, como evitar que a conta no Facebook da sua empresa seja bloqueada?

Existem algumas medidas que podem prevenir o bloqueio do Facebook na conta da sua empresa. Na verdade são algumas medidas simples, mas que podem evitar qualquer penalização da rede social.

Veja algumas dicas de como manter suas contas funcionando e não ter qualquer prejuízo na presença digital de seu negócio.

1. Leia as políticas

A primeira medida é ler as políticas do Facebook antes de usar a rede social. Eu sei que o documento é extenso, mas a leitura pode te ajudar a se livrar de algumas frias e erros simples.

Tire algumas horas de seu dia para conhecer melhor a política e garantir que sua empresa está dentro das regras. Você vai dedicar algum tempo agora, mas ficará livre da dor de cabeça de tentar recuperar uma conta bloqueada.

2. Evite qualquer comportamento excessivo

O Facebook não quer que você use a sua rede social de maneira abusiva e isso inclui diversos comportamentos, tais como: enviar muitas solicitações às pessoas; mandar mensagens no inbox de pessoas que não te conhecem; postar repetidas vezes em grupos praticando spam e etc.

Basicamente se você abusar da rede social de qualquer maneira, você corre o risco de ser banido. Portanto, nada de exagerar na utilização dos recursos do Facebook, ok?

3. Crie conteúdos originais

A internet trouxe um grande problema para a confirmação de direitos autorais. Algumas pessoas pensam que só porque foi publicado na internet não tem dono e pode ser copiado livremente. Puro engano!

Por causa disso as redes sociais, incluindo o Facebook, estão tomando medidas para proteger os direitos autorais. Caso a sua empresa viole esses direitos ela pode sofrer penalizações, além do fato de poder ser processada judicialmente. Por isso, só use conteúdos próprios ou que tem direito de uso.

O mesmo se aplica às imagens e fotos que você usa na sua rede social. Você tem autorização para usá-las? Dá uma olhada em 10 Bancos de fotos gratuitos e use-os para evitar este problema.

banner modelo calendário editorial

4. Confirme sua conta e identidade

O Facebook precisa garantir que os usuários cadastrados em sua rede social realmente são quem dizem ser. Por causa disso ele pode solicitar que você confirme a sua identidade a qualquer momento.

Para as páginas de empresas é possível verificar o seu negócio e ganhar um selo cinza, que atesta que a marca é realmente quem diz ser. Este pode ser um passo determinante e preventivo para evitar bloqueios.

Veja neste tutorial do próprio Facebook como verificar a página de sua empresa.

5. Cuidado com aplicativos de terceiros

No caso da mLabs, os usuários da ferramenta sofreram danos sem ter culpa no cartório. Mas, como usavam um aplicativo de terceiro, acabaram recebendo a penalização e tendo suas publicações ocultadas da linha de tempo.

Tenha em mente que isso sempre tem o risco de acontecer quando você utiliza aplicativos de terceiros. Logo, procure conhecer bem as ferramentas que pretende conectar a sua conta ou página no Facebook.

Além disso, só use ferramentas realmente necessárias. O próprio Facebook tem uma opção de agendar posts, por exemplo. Será que não seria mais seguro usá-la do que depender de um recurso externo?

6. Produza conteúdos que sua persona quer ver

Como vimos, as pessoas podem reagir (positiva ou negativamente) aos seus posts no Facebook. Logo é importante agradar a sua audiência com conteúdos atrativos e de interesse de seu público.

Portanto, faça o seu dever de casa. Procure conhecer quem é sua persona e quais conteúdos a interessam para postar adequadamente em suas mídias sociais.

Além disso, crie um guia de estilo para que todos saibam quais conteúdos devem ser postados e o que é proibido publicar na mídia social da sua empresa. Assuntos polêmicos, por exemplo, devem ser evitados para não causar crises de marca ou receber feedbacks negativos.

7. Use o bom senso sempre

Esta última dica resume todos os pontos que vimos até agora e, se você aplicá-la, com certeza ficará livre de ser bloqueado no Facebook.

Use o bom senso em tudo o que for fazer dentro do Facebook. Pergunte-se sempre se as publicações ou ações não vão ofender ninguém. Essa é a melhor forma de evitar que sua página ou conta de anúncios seja bloqueada no Facebook.

Tudo se resume a velha e boa etiqueta, só que aplicada a internet. O seu espaço termina quando começa o do outro, respeite isso!

A conta da minha empresa já foi bloqueada, e agora?

Se a sua conta foi bloqueada o primeiro passo é entender o motivo da restrição. Geralmente o Facebook apresenta algum alerta sobre o motivo do bloqueio, o ruim é que nem sempre a notificação é clara o suficiente para saber o que fazer.

Neste caso, entre em contato com o Facebook pela página de suporte para saber mais sobre a razão da restrição e como recuperar o acesso a sua conta.

Na maioria das vezes, o Facebook também permite que você conteste suas decisões e apresenta essa opção junto a mensagem de bloqueio. Você também pode usar esse canal para obter mais informações e tentar recuperar o seu acesso.

No entanto, é bom lembrar que nem sempre você conseguirá recuperar o seu acesso. Já vi casos em que contas foram simplesmente banidas e não foi possível recuperá-las. Portanto, é melhor prevenir o bloqueio do que correr atrás do prejuízo posteriormente.

Dica final: Não coloque todos os ovos em uma cesta só!

Uma última dica é “não colocar todos os ovos em uma única cesta”. Este é um ditado muito comum no ramo de investimentos financeiros, mas também se aplica ao marketing de uma empresa.

Não dedique todos os seus recursos ao Facebook, tornando-o o único canal de aquisição de clientes e vendas para sua empresa. Pois, caso você seja bloqueado, o negócio sofrerá sérios danos e pode até ir a falência.

Mas, o que fazer então? Veja algumas dicas importantes:

Diversifique os canais da sua empresa

Diversificar os canais da sua empresa é usar várias ferramentas para que novas pessoas conheçam o seu negócio. Não se limite a usar apenas o Facebook, procure conhecer outras opções e integrá-las no marketing da sua empresa.

Já ouvi algumas pessoas perguntando qual a melhor estratégia de marketing digital. A verdade é que não é fácil responder essa pergunta. Pois o que funciona para um negócio, pode não ser tão eficaz para outro.

Contudo, a melhor forma de ter sucesso é testar as estratégias e sempre ter um plano B. Logo, você não precisa usar apenas o Facebook, ou só o blog, ou só o Google. Você pode usar todas elas junto e ampliar os resultados da sua empresa.

Além disso, se der algum problema no meio do caminho você ainda terá outras fontes de tráfego e vendas. Pense nisso!

Leve as pessoas para um ambiente que você controla

O segundo ponto é investir em ambientes que você controla, as chamadas “zonas de engajamento”. São canais que a sua empresa tem total controle e pertencem exclusivamente a sua empresa.

Ao fazer isso você reduz o risco de perder contatos com seus clientes e potenciais compradores. Além de blindar o seu negócio de qualquer crise ou restrição de algum canal externo.

Mas, como criar uma zona de engajamento?

Os canais mais comuns com essa característica especial são:

  • O site e blog da sua empresa;
  • Lista de emails;
  • Lista de clientes ou mailing;
  • Listas de WhatsApp ou telefone.

Sempre busque levar as pessoas para esses ambientes, criando uma recompensa digital para que elas se inscrevam em sua lista de contatos, por exemplo. Assim, você poderá contatá-las quando julgar necessário e não corre o risco de perder seus leads.

Agora que você já sabe como evitar o bloqueio no Facebook e maneiras de minimizar seus efeitos, basta colocá-las em prática. E não esqueça de investir em canais próprios, essa é a principal maneira de manter seu negócio saudável.

Não sabe como fazer isso? Baixe o nosso Guia de Implantação do marketing de conteúdo e inbound. Aprenda com usar os conteúdos para atrair clientes e vender mais em sua empresa. Baixe grátis agora mesmo!

banner minbound

Junte-se a mais de 455 alunos e descubra como atrair mais clientes com o marketing de conteúdo!

César Ribeiro

Avatar

César Ribeiro é o CEO do RedatorOnLine.net e consultor de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Atua com marketing digital e marketing de conteúdo há mais 8 anos. Autor, empreendedor e apaixonado pela internet.

Website: https://redatoronline.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *