Saiba como se planejar para não se complicar financeiramente

Saber como se planejar financeiramente é essencial para ter uma vida tranquila, evitar o endividamento e restrições no nome da empresa ou até mesmo no seu próprio. Mas sabemos que nem todos conseguem ter hábitos que contribuam para tal.

como se planejar financeiramente

Pensando nisso decidimos escrever, em parceria com o site Oportunidades Profissionais, um artigo para ajudar aos empreendedores que desejam melhorar suas finanças. Confira este artigo até o final e saiba como se planejar para não se complicar financeiramente ou ajudar a sua empresa a sair das dívidas, caso já esteja enfrentando dificuldades.

Dicas para se planejar financeiramente e evitar problemas

Contar com crédito é sempre de grande ajuda, isso não podemos negar. Mas, quando seu uso não é consciente, ele acaba se tornando o vilão em nossas finanças. Além disso, os gastos excessivos e que passam despercebidos, fazem com que o orçamento diminua ainda mais, muitas vezes, deixando um saldo negativo.

Essa realidade é perigosa tanto para a sua empresa, como para suas finanças pessoais. Haja vista que, no caso do pequeno empresário, é comum que as duas coisas se misturem e se afetem.

Logo, aprenda como planejar as finanças de sua empresa e as pessoais para não se complicar financeiramente. Veja as dicas a seguir:

Aumente sua conscientização dos gastos

O primeiro passo é se conscientizar sobre seus gastos mensais. Para onde vai o seu dinheiro? Os objetos, serviços, equipamentos e demais gastos, realmente eram necessários naquele momento? Você verdadeiramente precisava fazer a troca daquele equipamento da sua empresa esse mês?

Reflita sobre o que está fazendo com o seu dinheiro. Anote tudo o que gasta para depois avaliar a real necessidade de cada compra ou despesa.

Crie um plano de gastos

banner planilha kpi

Criar um plano mensal para seus gastos é uma das coisas mais inteligentes que você pode fazer para suas finanças. E, um dos primeiros passos para quem deseja aprender como se planejar financeiramente. Contudo, embora tenha muita importância e vantagens, é a solução mais negligenciada pela maioria dos empreendedores.

Ter um plano de gastos ou um orçamento facilita muito a vida, porque você fornece um guia para decidir como deseja gastar seu dinheiro e tem um maior controle sobre este, evitando o desperdício.

Vale lembrar que você deve ter um documento para organizar o orçamento da empresa e outro para suas finanças pessoais. Deste modo, você evita misturar os recursos ou perder o controle de qual dinheiro está usando no dia a dia.

Identifique as despesas que você pode reduzir

No próximo mês, identifique áreas do seu orçamento que precisam de atenção especial. Procure maneiras de diminuir seus gastos com seus utilitários. Desligue os aparelhos eletrônicos quando não tiver ninguém no refeitório da empresa, apague as luzes dos ambientes que estiverem vazios. Se você possui um telefone para cada funcionário da empresa, analise se todos são realmente necessários.

Identifique também produtos ou serviços que você não precisa mais, mas pelos quais ainda está pagando. Muitas vezes as pessoas simplesmente renovam seus serviços em pacotes mês a mês, mesmo quando suas necessidades mudam.

Pode ser uma ferramenta de email marketing que não usa há tempos, um curso ou portal para o qual se inscreveu mas não acessa. Enfim, sempre há maneiras de reduzir os seus custos pessoais e empresariais. Coloque isso no papel e procure reduzir suas despesas, assim você aumenta sua lucratividade e tem mais dinheiro sobrando no banco no final do mês.

Negocie as suas dívidas

Muitos empresários têm vergonha de admitir suas dívidas e negociá-las, aguardando o momento em que vão receber uma proposta melhor no futuro para quitá-la de uma vez. Não faça isso, pois seu Score de crédito pode ficar ainda mais baixo.

Além disso, mesmo que os débitos sejam pessoais, podem afetar o CNPJ da sua empresa. Afinal, é comum que sejam consultados os CPF’s dos sócios antes de oferecer qualquer tipo de crédito a uma empresa. Isso, infelizmente, poderia inviabilizar um investimento no seu negócio.

Ligue para as pessoas ou empresas para as quais está devendo e tente negociar sua dívida e realizar o pagamento, mesmo que em algumas parcelas, pois quanto antes realizar o pagamento, melhor.

Da mesma forma, ao negociar as dívidas algumas empresas tiram a restrição de seu CPF ou CNPJ. O que é essencial para voltar a fazer compras ou ter crédito no mercado.

Eduque-se

Qualquer grau de aprendizado com nossos erros vale a pena, especialmente quando estamos nos educando sobre como gerenciar melhor o nosso próprio negócio, ainda mais quando envolve dinheiro e hábitos financeiros.

Se possível invista em um curso rápido de finanças, palestras, seminários e quaisquer outros, para ajudá-lo a ter uma nova perspectiva e para conscientizar os seus funcionários. Isso pode te ajudar bastante a melhorar a situação financeira da sua empresa e seus ganhos também.

Gostou do artigo sobre como se planejar financeiramente? Caso queira obter mais dicas de educação financeira, siga com a gente, em breve traremos muito mais artigos de qualidade. Assine a nossa newsletter aqui!

COMO TRANSFORMAR CONTEÚDOS EM DINHEIRO NO SEU NEGÓCIO?

Redator OnLine

Redator OnLine

Dicas, técnicas e sacadas sobre marketing de conteúdo e inbound marketing.

Website: https://redatoronline.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *