Como proteger seu eBook de cópias e evitar a pirataria?

Desenvolver e vender produtos digitais pode ser uma boa estratégia para obter maior renda no seu negócio. Além disso, é possível concedê-los em troca de informações dos seus clientes ideais para futuras vendas e envios de conteúdo. Os eBooks, por exemplo, são ótimas opções de produtos digitais. Entretanto, muitos não sabem como protegê-los das cópias ilegais.

Criar conteúdo digital não é uma tarefa simples, muito tempo e trabalho são despendidos durante o processo de produção. A criação de um eBook envolve etapas de planejamento como, o desenvolvimento do tema e o estudo da persona. Essas fases são importantes para que o material atenda especificamente às expectativas do público-alvo.

Além disso, há o estágio de produção do conteúdo que não inclui somente a escrita dos textos, mas também a definição das imagens, a formatação e a revisão. Por último, embora seja muito negligenciada, está uma das etapas mais importantes que se refere ao registro e proteção da obra contra cópias sem autorização.

Nesse contexto, é muito comum ver profissionais que não protegem os seus conteúdos principalmente pela falta de conhecimento. Por esse motivo, é essencial evidenciar porque a proteção de um eBook é importante para o autor.

Veja neste post a importância de proteger o seu eBook de cópias e pirataria. Aprenda definitivamente como fazer isso e quais as formas de proteção disponíveis. Confira!

Por que proteger seu eBook é importante?

Há diversos objetivos que levam alguém a criar produtos digitais. Como já citado, um conteúdo bem escrito pode ser uma boa estratégia de marketing, já que pode ser utilizado para obtenção de informações do seu cliente ideal, ou servir como brinde em troca de maior engajamento na sua página ou blog.

Além disso, os eBooks são importantes formas de educar um público. Muitas informações são disponibilizadas através desse formato de conteúdo, podendo ser comercializados pelo autor inclusive. Em contrapartida, criar esses conteúdos requer pesquisas e investimento de tempo e mão de obra para que o produto seja de qualidade.

Alguns empreendedores ainda contratam empresas especializadas na criação de ebooks para agregar mais valor ao seu infoproduto. Todo esse empenho tem como objetivo algum retorno. Seja ele financeiro ou que gere alguma autoridade no assunto, tudo o que for obtido é direito do autor.

Entretanto, isso nem sempre ocorre já que um arquivo sem proteção poderá ser usado de diversas formas em mãos erradas, inclusive obtendo proveito dos privilégios destinados especificamente ao autor. Por esse motivo, a proteção do eBook contra a pirataria deve ser sempre priorizada pelos produtores digitais.

banner como resgistrar seu ebook

Quais são os problemas relacionados à falta de proteção do seu eBook?

A principal ação prejudicial é a utilização do conteúdo por terceiros que replicam e comercializam o material sem dar o devido crédito e pior, sem retornar financeiramente o autor. Nesse sentido, proteger o seu eBook contra o mau uso e a distribuição ilegal é, não só importante, como essencial para evitar perdas econômicas.

Há algumas maneiras de evitar a comercialização ilegal do seu livro digital. Veja abaixo as mais comuns entre elas.

5 formas de proteger seu eBook de cópias ilegais

Veja algumas formas de proteger o seu produto digital e as características de cada uma delas.

1. Adicione os dados do autor

No processo de criação do eBook, é essencial acrescentar o nome ou codinome do autor na obra para fins de comprovação de sua autoria. Algumas plataformas de comercialização de eBooks, tais como o Hotmart, exigem essas informações antes da publicação dos conteúdos em seus sites, inclusive.

Essa medida também ajuda aos compradores e leitores a conhecerem quem é o verdadeiro autor da obra, já que os dados do escritor são adicionados em todas as cópias do eBook.

2. Insira senhas de proteção

Algumas ferramentas disponibilizam a opção de inserir senhas em seus arquivos. Esse recurso é importante por impossibilitar a visualização do documento por aqueles que não tenham acesso à senha.

Adicionar senhas em um arquivo no formato PDF da Adobe, por exemplo, é muito simples, basta acessar a aba de ferramentas e selecionar a opção de proteção, após essas etapas clique em criptografar e criptografar com senha. Em seguida, marque o campo “Exigir senha para abrir o documento” e digite o código, esse dado será a senha de abertura do seu arquivo.

No momento de aquisição do ebook, esse dado deve ser enviado ao comprador para que seja possível fazer o download e a utilização do arquivo. As mesmas etapas devem ser seguidas para restringir as edições e as cópias do seu ebook. Nesses casos, a senha de permissões será exigida e somente o autor deverá ter acesso a ela.

Proteger um ebook dessa forma é mais uma maneira de dificultar a distribuição ilegal da sua obra.

3. Pesquise sobre DRM e DRM social

Há ainda um tipo de aplicação denominado DRM (Digital Rights Management). Desenvolvido pela Adobe para minimizar as cópias ilegais de vídeos, imagens, eBooks e músicas, esse software atua restringindo a quantidade de acessos dos leitores ao conteúdo.

Por mais que esse meio possa minimizar a reprodução indiscriminada do produto, há diversas maneiras de liberar o acesso do material, através do desbloqueio dos eBooks. Além disso, alguns formatos de livros digitais não suportam essa aplicação.

Essa proteção pode ocasionar problemas que limitam o comprador, como a utilização obrigatória em dispositivos previamente autorizados, estipular um período para uso do eBook, impedir a impressão do arquivo e até definir permissões para captura de tela.

O jeito mais prático de proteger seus arquivos em formato PDF e ePUB é o DRM social. Ao estampar os dados do comprador de forma automática, minimiza a comercialização do conteúdo de forma ilegal. Nesse sentido, o comprador pode até vender o produto, porém, seus dados pessoais vão acompanhados da cópia.

Com essa ferramenta, o indivíduo que adquire o eBook pode utilizar o seu material livremente em qualquer dispositivo, sem limitações, o que diferencia essa aplicação do DRM tradicional.

Essa tecnologia é facilmente aplicada em plataformas de vendas de produtos digitais, como o Hotmart, onde o escritor pode definir as preferências para estampagem do DRM social no eBook adquirido.

4. Avalie o ex libris eletrônico

É uma forma de proteção empregada como uma imagem, podendo ser um carimbo digital ou uma marca d’água que identifica o autor ou a editora. Com o ex libris o usuário pode criar cópias, converter o eBook para outros formatos, usar versões simultâneas em outros dispositivos eletrônicos e possibilita o acesso ao material através de qualquer aparelho.

É uma solução prática que dá aos compradores direitos de manipulação do material em troca da utilização consciente, não afetando a sua experiência de leitura.

5. Registre o eBook na Biblioteca Nacional

Independente das ferramentas escolhidas para proteger o seu eBook, registrar a sua obra na Biblioteca Nacional é uma tarefa importante para que haja garantia dos seus direitos autorais.

Para isso, é preciso enviar a documentação necessária e se cadastrar como um autor. Após essa etapa é possível solicitar o ISBN, Internacional Standard Book Number. É uma sequência de caracteres, que identifica os livros segundo o autor, o título, o país e a editora.

Para realizar a inscrição do autor, uma taxa será cobrada e para cada obra um pequeno valor deverá ser pago.

Registrar o seu eBook na Biblioteca Nacional é a maneira mais segura, já que será possível comprovar a autoria do seu eBook através de um órgão oficial. Para saber mais detalhadamente sobre como realizar o registro, clique aqui.

banner como resgistrar seu ebook

Como funciona a lei de direitos autorais para eBooks?

Ainda não há disponível na legislação brasileira uma lei específica que possa ser aplicada a conteúdos digitais. As regras vigentes protegem os autores em geral, não especificando normas para as versões impressas e digitais.

A Lei do Direito Autoral, o copyright, protege e estimula a reprodução de conhecimento por meio dos livros. Também inclui uma variedade de direitos adquiridos pelo criador de uma obra. Essas leis entram em vigor desde o momento de criação do conteúdo. Inclusive, até a ideia do autor pode ser protegida pelo copyright, apesar de ser difícil comprovar essa autoria.

Os principais direitos relacionados à autoria são quatro e estão evidenciados abaixo.

1. Indicação da autoria

É direito do autor ser referido como criador da obra, sendo sempre citado como tal mesmo após a obra estar em domínio público e ser de uso livre em termos econômicos.

2. Circulação da obra

O autor pode manter a obra em circulação, retirá-la ou até mesmo mantê-la inédita, optando por não publicar a criação. Com relação a retirada de circulação, é um direito do autor, entretanto deve haver o ressarcimento dos possíveis prejuízos envolvidos no processo.

3. Alteração da obra

O autor tem direito de modificar a sua obra e também vetar qualquer alteração, antes ou depois da criação.

Contrato de direitos autorais

A Lei de Direitos Autorais é baseada no direito à reprodução de cópias autorizadas e nesse sentido, deve atuar no controle dos repasses obtidos pela venda legal das versões digitais e na gestão da quantidade de reproduções autorizadas.

Com relação à autoria, esses direitos não podem ser atribuídos à outra pessoa, já os direitos de exploração do eBook são capazes de ser concedidos a alguma plataforma digital para que haja comercialização do material.

Nesse sentido, é importante se atentar ao contrato que possibilitará a edição e a venda da obra. Veja abaixo o que deve ser observado.

1. Alcance territorial e limite da obra

Esse ponto é importante por definir, exclusivamente, em quais países o eBook poderá ser comercializado. Essa situação pode ser esclarecida em contrato, porém, há algumas plataformas que possibilitam que o autor altere essas preferências diretamente no site de comercialização.

2. Definição dos formatos de comercialização

As plataformas de venda poderão optar pela comercialização do eBook em diversos formatos, tais como PDF, ePub, Audiobook e outros. Nesse sentido, o autor deve se atentar a essas condições e definir sua postura com clareza quanto à sua permissão.

3. Limitação de uso em outras mídias

No contrato deve existir as opções de licença para outras mídias, como cinema, teatro, artigos para blog e entre outras. Caso não haja limitações claramente descritas, podem ocorrer interpretações errôneas quanto à liberdade de utilização.

4. Estipular o tempo de validade

Deve haver explicitado em contrato o tempo permitido para exploração e comercialização da obra, para evitar eventuais conflitos quanto ao período de venda. Esse ponto é importante já que deve ser avaliado ao fim do contrato se o negócio ainda é positivo para o autor e para o vendedor e se há possibilidade de renovação contratual.

Seu eBook está sendo vendido no Mercado Livre sem sua autorização? Veja o que fazer!

Infelizmente se tornou comum a venda ilegal de eBooks e outros produtos digitais no Mercado Livre. É muito corriqueiro encontrar cursos online, livros digitais e outros conteúdos sendo comercializados no site. E, para piorar, o preço cobrado pelos piratas digitais está sempre abaixo do recomendado pelo autor ou seus canais oficiais.

A política do Mercado Livre é clara. Produtos que violam o direito de propriedade intelectual, cópias não autorizadas, réplicas e falsificações são proibidos dentro do marketplace. Entretanto, muito facilmente são encontradas postagens que infringem essas normas.

Mesmo que, muitas vezes não comercializados, os eBooks podem ser usados sem autorização como brindes após a aquisição de determinados produtos dentro da plataforma. E você, como autor, com certeza não quer isso.

Por isso, é importante conhecer como agir caso isso ocorra com você. Confira!

O que diz o site?

A plataforma ressalta que protege os direitos de propriedade intelectual, proibindo a publicação e comercialização de produtos que violam os direitos do criador, salvo se o anunciante for o autor da obra publicada. O site afirma a possibilidade de remover os anúncios que infrinjam essas regras.

Cópias comercializadas sem autorização, produtos que possam ser baixados, chaves de acesso ou documentos hospedados em sites são proibidos para venda no Mercado Livre. Os proprietários desses produtos devem explicitar no anúncio que possuem o direito de autor para que seja possível a comercialização do item.

Além da desativação do anúncio, o site poderá suspender definitivamente o cadastro do usuário infrator.

Como proteger seu eBook no Mercado Livre?

O Mercado Livre desenvolveu um programa, chamado de Programa de Proteção a Propriedade intelectual (PPPI), para impedir a circulação de anúncios que violem os direitos autorais, de patentes, de marcas ou outros relacionados. Os titulares dos direitos, quando membros desse programa, podem identificar e solicitar a remoção dos anúncios que comercializem ilegalmente os seus produtos.

Se sua obra está sendo comercializada sem prévia autorização, veja abaixo as etapas que você deve seguir para proteger o seu eBook.

1. Crie uma conta no Programa

Acesse este link, preencha o formulário solicitado e siga as etapas para ser aprovado no programa e ter acesso a uma conta específica para denúncias.

2. Acesse ao programa

Após acessar o programa e pesquisar sobre o seu eBook pirateado é possível ter acesso ao link de comercialização do material.

3. Denuncie

Na página de venda do produto ilegal basta selecionar a opção “Faça uma denúncia” e realizar o pedido de finalização do anúncio. Você também pode denunciar através de sua conta no Programa ou ainda fazer denúncias em massa através da API.

O site enviará feedbacks via e-mail sobre o seu pedido e também encaminhará ao anunciante os seus dados de e-mail. O usuário penalizado poderá apresentar a sua contestação e cabe ao produtor do conteúdo decidir se permite ou não a comercialização do produto através desse vendedor.

Conclusão

Criar um eBook é muito vantajoso como estratégia de marketing digital. Produzir conteúdos com qualidade faz com que o autor seja autoridade no seu nicho e pode gerar renda ao criador através da comercialização. Entretanto, a produção desses conteúdos pode ser árdua e levar perda de tempo e até de dinheiro, quando não protegidos devidamente.

Nesse contexto, é de extrema importância proteger os seus eBooks de cópias ilegais e que não lhe tragam nenhum retorno financeiro. Utilize as formas mais seguras e práticas descritas neste post para proteger o seu material!

Se você deseja saber mais sobre como proteger o seu eBook e registrá-lo devidamente na Biblioteca Nacional, não deixe de conhecer o nosso eBook. Nele explico o passo a passo de como fazer o registro e obter o ISBN, comprovando a sua autoria com um órgão oficial.

banner como resgistrar seu ebook

Junte-se a mais de 560 alunos e descubra como atrair mais clientes com o marketing de conteúdo!

César Ribeiro

Avatar

César Ribeiro é o CEO do RedatorOnLine.net e consultor de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Atua com marketing digital e marketing de conteúdo há mais 8 anos. Autor, empreendedor e apaixonado pela internet.

Website: https://redatoronline.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *