6 dicas para fazer a descrição dos produtos em seu e-commerce da melhor forma

fazer a descrição dos produtos

A descrição dos produtos na loja virtual é o primeiro contato de seu potencial cliente com o produto desejado. É através dela que ele pode tomar conhecimento dos detalhes, funcionamento, especificações técnicas e assim por diante.

Além de passar todas as informações sobre os produtos que você deseja vender, também precisa se preocupar com SEO, a fim de garantir que os seus produtos apareçam nos mecanismos de pesquisa.

Até aqui eu estou levando em conta que você não optou por copiar a descrição dos produtos de outros sites e colar na sua loja virtual. Afinal como disse Alfredo Soares do Xtech Commerce, “a partir do momento que a loja copia as definições de um portal já existente, o mesmo perde a sua credibilidade”.

Talvez você ainda não saiba, mas uma descrição ruim de seus produtos é responsável pelo fracasso da maioria de suas vendas. Mas o que reúne uma boa descrição de produtos na loja virtual?

A resposta para esta pergunta é muito simples. Na verdade, você poderia respondê-la com outra pergunta: o que meus potenciais clientes desejam ler em uma descrição de produtos, o que eles procuram?

Por esse motivo, eu sempre insisto que conhecer a sua persona é a base para qualquer estratégia de inbound marketing e geração de conteúdo. Se você conhecer exatamente o que eles desejam, fica mais fácil produzir uma descrição matadora, não acha?

Por sorte, existem algumas dicas que podem ajudá-lo nesta tarefa. Veja as seis dicas para você fazer a descrição de seus produtos na loja virtual da melhor forma possível.

1.     Não fale dos produtos, mas das soluções!

Nós estamos falando de inbound, certo?

Sendo assim que lucro você teria em criar uma extensa descrição do produto, dizendo que ele é XPTO, o melhor do mercado, de tecnologia mais avançada e ainda está em promoção na sua loja? Provavelmente você não ganharia nada com isso e as suas vendas não aumentariam tanto.

Então, se eu não posso falar das especificações técnicas e do quanto meu produto é bom, o que vou escrever na descrição do produto?

Simples, comece por listar as dores de sua persona, as razões que a levaria a comprar o seu produto. Em seguida, liste as soluções para estes problemas e mostre, na prática se possível, como o produto pode ajudar a resolver essas questões.

Não se esqueça que o consumidor atual não está mais interessado em produtos ou marcas, mas sim em soluções reais para os problemas que tira o sono deles diariamente. Procure se conectar ao real motivo que leva seu cliente a comprar o seu produto.

Por exemplo, você vende bicicletas? Elas podem ser o desejo número um de crianças como forma de lazer. Também chamam atenção dos adultos que desejam perder peso ou dedicar mais tempo para a família. Agora pense como poderia aproveitar isso nas descrições de seus produtos?

Quer saber mais? Este artigo do site como vender pela internet fala exatamente sobre isso.

2.     Não exagere nas especificações técnicas!

Você já acessou uma loja virtual em busca de um produto e se deparou com uma bula de remédio?

A comparação acima não deve ser levada ao pé da letra, é lógico. Mas algumas descrições até parecem uma bula de remédio mesmo. Letras miúdas, com milhares de especificações técnicas e termos que você simplesmente desconhece.

Acredite, o seu cliente não quer ver isso quando acessa a sua loja virtual.

Ao invés de abarrotar a sua página de especificações técnicas que não fazem sentido para as pessoas comuns, liste apenas as coisas mais importantes e realmente com significado para seus clientes.

Mas quais das especificações técnicas são importantes? Como você vai ter essa informação?

Novamente, você precisa conhecer a sua persona. O que seu potencial cliente leva em conta na hora de comprar um smartphone, por exemplo: memória interna, capacidade de expansão, processador, tamanho da tela? Então essas informações são relevantes para aparecer em sua página, mas procure traduzi-las para as pessoas comuns.

3.     Fale dos detalhes!

Você trabalha com produtos que possuem variações? Tamanhos, cores, modelos, compatibilidade e outros fatores podem mudar dependendo do produto que você comercializa em sua loja virtual.

Por esse motivo, é interessante você focar nos detalhes na hora de criar a descrição do produto. Mencionar esta variação e, acima de tudo, oferecer uma forma dinâmica e amigável para o seu cliente escolher a variação adequada, pode ser o grande diferencial que você precisa para vender mais.

Isto é mais comum em lojas virtuais de roupa. Neste tipo de e-commerce você pode oferecer peças de diferentes cores e tamanhos, aí surge a necessidade de falar nos detalhes e ajudar o seu cliente a fazer a compra.

Procure realçar as diferenças entre as variações e deixar claro para o comprador qual a melhor opção para o seu caso.

Um exemplo são aquelas planilhas de tamanho para roupa com as medidas (em cm) da peça, ajudando ao potencial comprador escolher o melhor tamanho para si. Lembre-se quanto mais detalhes, melhor!

4.     Adicione suas informações de contato!

Os internautas são desconfiados por natureza. Sempre pensamos que pode ocorrer algum problema com a nossa compra e gostamos de saber o que vai acontecer nestes casos.

Deixar a sua política de troca e devolução bem clara, manter os seus dados de contato e atendimento ao cliente sempre disponíveis, são algumas formas de transmitir esta segurança e tranquilidade para o seu cliente.

Procure mostrar como a sua empresa lida com esses fatores e mantenha esses dados sempre visíveis. Se possível, adicione uma área específica próxima ao anúncio, assim os potenciais clientes terão essa resposta no momento mais adequado: a hora de confirmar a compra.

Há uma coisa que sempre me pergunto: porque as lojas virtuais nunca adicionam depoimentos de clientes após uma troca ou devolução?

Talvez você pense que isso seria contra produtivo, afinal, estaria mostrando uma falha de sua empresa. Mas olhe por outro ângulo!

Imagine como o seu cliente iria se sentir ao ler um depoimento assim: “Meu produto não funcionou, mas a Loja X trocou em tempo recorde e fez de tudo para resolver o problema. Estou completamente satisfeito (a)!” Com certeza ele ficaria mais confortável em fazer a compra, não acha?

5.     Não se esqueça do Google!

É o Google! A busca orgânica pode ser uma grande aliada quando se fala em vendas em e-commerce. Além de atrair um público qualificado para a sua loja virtual, estar nas primeiras páginas do Google é sempre uma boa ideia quando se pretende ganhar dinheiro na internet.

Mas como você vai criar uma descrição de produto perfeita para o Google, sem comprometer a experiência do usuário?

Muito simples! Preocupe-se menos em escrever para o Google e mantenha mais o seu foco no usuário. Deixe a descrição dos produtos de sua loja virtual tão clara quanto possível para o seu potencial cliente.

E a otimização SEO, onde fica?

Você deve se lembrar que a maior preocupação do Google é com a experiência do usuário, certo? Deste modo, se você agradar ao principal interessado em sua loja virtual, o cliente, as visitas dos mecanismos de busca podem surgir como bônus.

Entretanto, você não pode simplesmente esperar as coisas caírem do céu. O que estou dizendo é que essa otimização pode ser simples, mas ela deve existir. Comece por fazer a pesquisa das melhores palavras-chave de seu produto e siga as mesmas regras de otimização em artigos para blog: palavra-chave no título da página, URL, nos subtítulos, no ALT das imagens e densidade de 1%, sem esquecer os termos relacionados.

6.     Agrade aos olhos também!

Uma boa descrição de produto não poderia deixar de incluir as imagens. Sim, elas são as coisas que mais aproximam o seu cliente do produto que ele tanto deseja comprar.

Inclua imagens de boa qualidade em seus anúncios para que possam ser ampliadas. A maioria das plataformas de loja virtual oferece este recurso e ele é muito útil, já que o cliente interessado pode conferir em detalhes o que está comprando.

Adicione imagens que complementam a sua descrição, ou seja, que mostrem aquilo que você escreveu no corpo da descrição do produto. Esta é uma excelente maneira de comprovar aquilo que você falou antes e também ajuda o cliente a entender como funciona o produto.

Não esqueça de aproveitar os diferentes ângulos do produto. Quem disse que você deve ser básico e formal demais? Use a sua criatividade para conseguir imagens de excelente qualidade, mas não exagere para não deixa-la com ar de artificialidade.

Uma outra coisa que me intriga é a falta de contextualização nas imagens. Talvez isso aconteça comigo porque aprendi que o marketing de conteúdo é a junção de conteúdo + contexto. De qualquer forma, você deveria pensar com mais carinho nisso em sua loja virtual.

Não está entendendo o que quero dizer, eu explico! Ao invés de colocar fotos apenas dos produtos, porque não criar um look com o sapato que está vendendo, por exemplo, e adicioná-la na galeria. Ou melhor, criar diversos looks diferentes, esse é o contexto que estou falando.

Conclusão

Neste artigo você viu algumas dicas para fazer a descrição dos produtos em seu e-commerce da melhor forma. Concordamos que este é um dos pontos mais importantes em sua loja virtual, por isso, você deve dedicar tanto tempo quanto necessário.

A primeira coisa é entender o seu comprador. O que ele gostaria de ler em uma descrição? Com base nisso você pode criar uma descrição de produtos mais focada nas soluções e agradar o seu potencial clientes desde o início.

Depois, não transforme a sua loja virtual em uma exposição de bulas de remédio. Seja claro, objetivo e direto. Adicione apenas as informações relevantes para o seu cliente, não coloque especificações técnicas demais, isso só serve para confundir o usuário.

Aproveite também para focar nos detalhes em sua descrição de produtos. Explore as variações, tamanhos, cores e formatos diferentes de seus produtos. Ajude o seu cliente a tomar a melhor decisão falando mais sobre os detalhes e realçando as diferenças entre si.

Pós venda, sim ele não poderia faltar. Mostrar como funciona a sua política de troca, devoluções e garantia ajuda a deixar o cliente mais tranquilo na hora de fechar a compra. Mantenha estes dados visíveis e não esqueça de apresentar também as suas informações de contato para que eles possam encontrá-lo facilmente.

A otimização para mecanismos de pesquisa também é importante quando falamos em descrição de produtos para loja virtual. Essas pequenas ações podem ajudar a colocar os seus produtos nas primeiras páginas do Google e assim gerar mais vendas. Dedique um bom tempo para cobrir as boas práticas de SEO.

Por último e uma das coisas mais importantes são as imagens. Fotos de qualidade, que explorem os detalhes de seu produto, aproveitem os diferentes ângulos e acima de tudo comprovem o que você escreveu na descrição do produto.

Como você viu não é assim tão difícil otimizar a descrição dos produtos de seu e-commerce para impulsionar as vendas de sua empresa. Essas pequenas seis dicas já ajudam e muito a melhorar a sua loja virtual e criar textos mais compreensivos e destinados para o seu cliente.

Para melhorar os pequenos pontos, você pode fazer alguns destes e mudar as coisas devagar. Substitua algumas palavras, mude a abordagem, pesquise mais afundo a sua persona e otimize as descrições de seu site. Lembre-se também que diferentes públicos podem exigir abordagens diferentes, mais um motivo para você conhecer os seus potenciais clientes de perto.

Você gostou dessas dicas, achou elas válidas para melhorar os resultados de sua loja virtual? Ainda tem mais!

Baixe o ebook como vender mais e melhor. Aprenda definitivamente a gerar mais vendas pela internet seguindo apenas cinco passos.

como vender mais e melhor ebook gratis

Junte-se a mais de 413 alunos e descubra como atrair mais clientes com o marketing de conteúdo!

César Ribeiro

César Ribeiro é o CEO do RedatorOnLine.net e consultor de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Atua com marketing digital e marketing de conteúdo há mais 8 anos. Autor, empreendedor e apaixonado pela internet.

Website: https://redatoronline.net

2 Comentários

  1. gostei da primeira dica de não ficar falando somente do produto e sim da solução que esse produto trará para vida dessa pessoa, tendo isso como prioridade e causando um sentimento no cliente a venda é certa. Otimas dicas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *