Marketing digital

Marketing para instituições de ensino: dicas essenciais

Diego Andrade
Escrito por Diego Andrade em 27 de setembro de 2020
1 min de leitura
Marketing para instituições de ensino: dicas essenciais
Junte-se a mais de 8.500 pessoas

Entre para minha Lista VIP e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

O marketing para instituições de ensino é uma ferramenta muito poderosa, mas que é muito negligenciada pelas empresas da área. Por causa disso, muitas instituições contam com dificuldade para preencher as suas vagas para cada ano letivo.

No entanto, existem muitas formas de usar o marketing para instituições de ensino. Portanto, é essencial que a sua escola ou universidade domine as ferramentas e consiga captar alunos para poder encher as suas salas. Além disso, o marketing também pode ser usado para aumentar a fidelização das turmas.

Quer aprender como? Então siga a leitura abaixo!

Entenda quais as principais ferramentas de marketing para instituições de ensino

Existem dezenas de boas ferramentas de marketing para instituições de ensino. Qual usar dependerá do tipo de instituição, seu público-alvo e da campanha pensada para captar e fidelizar alunos. Isso significa, na prática, que não há uma ferramenta “errada” ou “certa”, mas sim aquela que faz mais sentido para cada contexto.

Por exemplo, veja a seguir as principais ferramentas que podem ser usadas:

  • Google (orgânico e pago);
  • redes sociais (orgânico e pago);
  • marketing de influenciadores;
  • vídeo marketing;
  • marketing de indicação;
  • anúncios em revistas, rádios e TVs locais;
  • flyers e divulgação offline.

Trabalhe para encontrar quem é o tomador de decisão

A função do marketing é arranjar clientes para uma empresa. Não importa o segmento, tamanho da companhia e outras informações, todas elas precisarão de consumidores e o marketing ajuda nisso.

No entanto, é importante ter em mente que nem todas as estratégias de marketing afetam as pessoas certas. Para fazer uma compra, é necessário que haja um tomador de decisão. Entretanto, algumas estratégias são focadas para quem não é o tomador de decisões.

Por exemplo, pense em uma escola particular de Ensino Médio. Ela pode focar vários anúncios para o público jovem, entre 14 e 15 anos. Entretanto, não são essas pessoas que tomam as decisões de compra nesse caso. Quem faz isso são os pais dos adolescentes. Por isso, as estratégias devem ser focadas nelas, suas dores e necessidades.

Já uma escola que trabalha com cursos de pós-graduação em terapia intensiva e outras áreas médicas, deve direcionar os seus esforços não só para profissionais de medicina, mas também para diretores de hospitais e clínicas, que podem se interessar em investir na especialização dos funcionários. Nesse caso, são dois tomadores de decisões diferentes.

Portanto, pense quem é o tomador de decisão da sua campanha e direcione sua estratégia de marketing para essa pessoa.

Use o Marketing de Conteúdo para a sua instituição

As instituições de ensino se dão particularmente bem com o Marketing de Conteúdo. Essa estratégia consiste na criação de material educativo de valor para o usuário de forma a atraí-lo para o blog da empresa. Essa é uma das melhores formas de se aproveitar das mais de 100 bilhões de buscas mensais que acontecem no Google todos os meses.

Quanto melhor o conteúdo, melhor será o posicionamento da empresa no Google e mais pessoas serão atraídas para o site da instituição de ensino. Além disso, a escola poderá usar a ferramenta para derrubar objeções e educar o mercado sobre os benefícios de determinado curso ou até mesmo da instituição.

Assim, ficará muito mais fácil converter visitantes em clientes pois eles já estarão mais próximos de tomar a decisão de estudar ali.

Monte uma estrutura completa de conversão nas redes sociais

Além do Marketing de Conteúdo, é essencial usar a Internet de muitas formas para conseguir alunos para a sua instituição de ensino. Se o Marketing de Conteúdo foca seus esforços em buscar público orgânico no Google, uma segunda estratégia interessante pode ser investir em anúncios nas redes sociais.

Nesse caso, o Facebook (com 127 milhões de usuários no Brasil) e o Instagram se destacam. Além de terem a maior ferramenta de segmentação de marketing da Internet, essas duas redes ainda permitem que a escola monte uma estrutura completa, envolvendo a apresentação da instituição aos usuários, geração de conteúdo, distribuição de material educativo, captação de contatos, retargeting e muito mais.

E aí, aprendeu algumas dicas de como usar marketing para instituições de ensino? Então compartilhe este conteúdo no grupo de WhatsApp da administração da sua escola e discuta novos planos de ação!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *