O empreendedor e suas crenças limitantes: Como superá-las?

O empreendedorismo é fascinante, mas as crenças limitantes aparecem de vez em quando!

crenças limitantes empreendedor

 

Quem têm o desejo de empreender se pega pensando em como seria o empreendimento e as coisas legais que aconteceriam como resultado da iniciativa: “Terei um negócio que venderá este tipo de produto, atenderá aquele tipo de cliente. Vou colocar uma loja em tal lugar, fazer estas e aquelas promoções para incentivar vendas. Irei criar um logotipo e um material publicitário bacana. A medida que o negócio for crescendo vou contratando pessoas para me ajudar. Vai ser muito legal pois irei trabalhar em algo que me motiva e com possibilidades de um rendimento financeiro superior ao que ganho como funcionário. É uma excelente ideia.” O desejo empreendedor começa por aí.

Só que todos nós temos aquela voz interior que diz o “Sim, mas…”. Esse “mas” pode ser útil para trazer um pouco de prudência, porém outras vezes pode se sobressair de tal forma que se torna um aniquilador de algo que poderia ser bom. São as chamadas crenças limitantes. As crenças limitantes são ideias em que acreditamos que nos impedem de ir em frente rumo a algo que desejamos.

Vejamos aqui algumas das crenças limitantes mais comuns no empreendedor:

Não tenho o tempo necessário para trabalhar no projeto

Ok, você tem um emprego que toma o dia inteiro, quando chega em casa têm os filhos, etc. Dá para entender, não é fácil mesmo. Mas quem disse que ia ser? Quando realmente queremos alguma coisa, sempre damos um jeito de conseguir um tempinho para aquilo.

Se você não está numa posição que pode simplesmente largar o emprego, vá aos poucos. Seja trabalhando no seu projeto nos finais de semana ou a noite naquele momento que antes estava reservado para ver um filme. Pode começar com pouco tempo e ir aumentando à medida que for possível. É um hábito que precisará ser adquirido.

Não tenho o dinheiro suficiente para investir

É verdade, um negócio pode custar caro. Mas também é verdade que muitos negócios surgiram de apenas alguns poucos trocados no bolso do seu idealizador e com o tempo foram crescendo a ponto de se tornarem muito bem-sucedidos. Alguns, viraram até mesmo grandes potências.

Talvez o que você precisa é reorganizar o seu plano de negócios para fazer algo mais simples, que não requeira um investimento inicial tão grande para começar. Então ir crescendo aos poucos. Use a ideia do todo como uma visão de futuro, não de início. Isso sem contar que sempre existe a possibilidade de arrumar sócios investidores. É uma questão de se motivar a ir atrás de como conseguir.

Não tenho as credenciais necessárias

Algumas coisas realmente precisam de credenciais. Se você quer ser um médico ou advogado, por exemplo. Mas na maior parte dos casos isso não é necessário. Não é necessário ter faculdade para abrir uma loja de tecidos, por exemplo. Ok, o dono do outro negócio no ramo que você está pensando abrir o seu é um cara mais experiente, que já fez isso e aquilo na área e a sua experiência não chega aos pés da dele. Pode ser. Mas isso não é motivo para impedir que você faça o seu negócio e corra atrás do seu também. Sempre existe espaço para quem trabalha bem. Tenha confiança que você pode criar o seu.

Por isso, embora seja coerente ter uma dose de prudência, cuide para que essa prudência não vire um imobilizador. Algo que impeça você de crescer e se desenvolver como empreendedor e como pessoa. Seja crítico se você não está passando dos limites na prudência. Ser empreendedor exige coragem. Uma das principais características do empreendedor é justamente a sua capacidade de assumir riscos. Possivelmente seja isso que você está precisando agora.

Gostou deste post? Aproveite para compartilhar com quem você se importa e precisa ver isso. Use os botões das redes sociais para espalhar esse conteúdo e dar aquela força ao empreendedor que você conhece a eliminar as crenças limitantes.

COMO TRANSFORMAR CONTEÚDOS EM DINHEIRO NO SEU NEGÓCIO?

Juan O’Keeffe

Juan O’Keeffe

Juan O’Keeffe é empreendedor, mestre em Administração de Empresas pela PUC-RS e escreve sobre desenvolvimento pessoal no blog Evolução Pessoal.

Website: https://www.evolucaopessoal.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *