Planejamento de conteúdo: Entenda porque e como fazer!

Uma dose de organização vai bem em qualquer lugar, não é mesmo? Seja nas tarefas diárias ou nas atividades empresariais, por exemplo, planejar como serão realizadas sempre é uma boa alternativa para alcançar excelentes resultados. Então, porque não usar essa mesma tática na promoção da sua empresa na internet? Um bom planejamento de conteúdo é capaz de transformar a sua marca e alavancar os seus lucros.

planejamento de conteúdo

Ter uma estratégia bem estruturada e focada em gerar cada um dos conteúdos de maneira específica e com qualidade, independente da sua área de atuação no mercado, estabelece um maior tráfego nas plataformas da sua empresa e, com isso, mais oportunidades de vendas. Através dessa geração de conteúdo você também consegue fidelizar o seu cliente, criando uma relação de confiança.

Além disso, uma estratégia de conteúdo evita que as ações da sua empresa fiquem soltas ou até mesmo desestruturadas, mantendo sempre o foco nos objetivos finais. Ou seja, ao traçar previamente o caminho a ser percorrido, com cada conteúdo tendo a sua meta própria, você sempre saberá em que estágio o seu negócio se encontra e onde se pretende chegar.

Dessa forma, mesmo que você ainda não tenha tanto conhecimento nessa área, é preciso entender que o planejamento de marketing de conteúdo é decisivo para o sucesso da sua estratégia. Isto significa que sem uma organização prévia, sua empresa não irá conseguir atingir os resultados desejados e irá começar a perder clientes.

Com isso, quer fazer com que as vendas da sua empresa aumentem e que, por consequência, os seus lucros cresçam exponencialmente? Então, continue lendo esse artigo para descobrir quais os passos que a sua empresa deve seguir para construir um bom planejamento de conteúdo e se destacar em um mercado cada vez mais competitivo.

Dicas para criar um bom planejamento de conteúdo

Se você chegou até aqui é porque está realmente interessado em estratégia de conteúdo. Portanto, saiba desde já que esse planejamento não é algo definitivo, ele serve de norte inicial para uma empresa e pode sofrer alterações ao longo do processo, sempre se adequando para atingir os objetivos finais.

Dessa forma, veja abaixo algumas dicas para criar o planejamento de conteúdo da sua empresa e alavancar as vendas:

Analise a sua marca

O primeiro passo para você conseguir, de fato, atrair mais clientes através de um planejamento de conteúdo é fazer uma análise profunda da sua marca. Entenda o porquê de tudo que envolve a sua empresa, desde elogios recebidos, melhores locais de venda e vantagens sobre os concorrentes até as críticas, possíveis problemas organizacionais e desvantagens dos seus produtos ou serviços.

Somente assim você vai compreender o seu negócio, descobrindo pontos que devem ser mantidos e os que precisam melhorar. A partir desse entendimento sobre a marca, você realmente conseguirá produzir materiais de qualidade que representam, atraem e conquistam cada vez mais clientes para a empresa.

Saiba que, por mais que pareça clichê, você precisa passar para a sua audiência que ela não está apenas comprando um produto e sim um benefício. Com isso, sempre que pensar e desenvolver ações para sua empresa imprima as suas crenças e propósitos, deixando claro o seu ideal e a qualidade do que está oferecendo.

Além disso, se ainda não tiver, estabeleça a missão, visão e valores da sua empresa, isso é importante para agregar valor para o seu produto ou serviço. Dessa forma, busque sempre fazer com os clientes compreendam que você é o melhor no que faz, o que facilita o processo de fidelização.

Determine uma persona

banner definindo persona

Agora que você já conhece bem a sua empresa chegou o momento de também entender mais sobre o seus clientes. Para isso, você deve criar uma persona que é uma representação simulada do cliente ideal da sua empresa, sempre baseada em dados reais sobre características, gastos, entre outras informações.

Isso pode até parecer confuso em um primeiro momento, pois envolve construir histórias pessoais com motivações, medos e objetivos, por exemplo. Mas, fique tranquilo que nós preparamos um exemplo prático para facilitar o seu entendimento.

Exemplo de persona

Imagine que você é o dono de uma escola infantil em Londrina, interior do Paraná, e quer ter mais alunos. O primeiro passo para conseguir atingir esse objetivo é convencer os pais de crianças que ainda não estão matriculadas, pois são eles quem tomam a decisão.

Para isso, você realiza uma pesquisa sobre os pais que já são clientes da sua escola e descobre as seguintes informações: Possuem idade entre 30 e 40 anos, trabalham em horário comercial, renda mensal média de R$5.000,00, mais de um filho, descobriram a instituição por meio do Google e Facebook.

Com essas informações você pode construir a seguinte persona:

Fernanda, 35 anos de idade, reside em Londrina possuindo renda mensal de R$ 5.000,00 e dois filhos. Fernanda passa a maior parte do dia longe das crianças e está procurando por um local seguro e confiável para educar seus filhos. Ela confia em conteúdos que vê na internet e está frequentemente online.

Seguindo no nosso exemplo, após a criação da persona uma ação a ser feita pela escola poderia ser criar conteúdos que ajudem a Fernanda a escolher uma boa instituição escolar para seus filhos. Para completar a escola pode fazer um convite para que a Fernanda conheça as instalação sem compromisso, para que ela se sinta mais confortável em matricular seus filhos.

Objetivo do conteúdo

Após essas definições iniciais, o próximo passo é determinar qual será a função de cada uma de suas postagens, independente da plataforma, como veremos mais abaixo. Entenda que você não precisa fazer diversas publicações, mas sim focar na qualidade delas e na sua finalidade dentro da estratégia geral definida pela sua empresa, que pode ser desde converter uma compra ou educar um lead, por exemplo.

Com isso, é possível realizar os chamados call to actions (CTA), ou seja, uma chamada de ação que leva o seu cliente a realizar uma certa atividade. Essa ação pode ser desde clicar em um botão e ser direcionado a página de compra da empresa ou clicar em um link e ser encaminhado a outro texto para saber mais sobre o determinado assunto, sempre a partir da estratégia da empresa.

Dessa forma, qualquer ação ou atitude dentro de um planejamento de conteúdo, como a indicação cada tema e título de cada conteúdo, deve ser focada em uma meta final. Por isso, para que o seu planejamento de marketing de conteúdo traga resultados, tenha bem definido quais são as seus objetivos, gerais e na determinada postagem, sempre analisando as suas prioridades para fazer com que a empresa cresça.

Calendário editorial

Dentro do marketing de conteúdo, que engloba a estratégia de conteúdo, um dos pontos principais, sem dúvida nenhuma, é a periodicidade das postagens. É de suma importância se ter um cronograma ou calendário editorial das postagens que serão feitas e fazer com que toda a equipe de produção siga a risca todas as datas e processos definidos.

As publicações nas datas e horários corretos, aqueles em que sua persona tem maior incidência na internet, são certeiras para conseguir aumentar as vendas. Com isso, você precisa entender que para o planejamento de conteúdo funcionar de fato as datas das publicações precisam ser respeitadas e realizadas corretamente.

Acha que isso é uma tarefa difícil? Fique tranquilo, para tornar a sua organização editorial ainda mais fácil nós preparamos um modelo de calendário editorial perfeito para você, clique aqui e confira já.

banner modelo calendário editorial

Formato

Para conseguir atrair a atenção da sua persona você deve variar no formato das suas ações ou postagens, pois não adianta ficar sempre postando a mesma coisa. Com o conhecimento que você já possui do seu público e dos processos da jornada de compra é preciso inovar, buscando oferecer o melhor material para cada caso.

Com isso, veja abaixo alguns exemplos de formatos que a sua empresa pode usar em um planejamento de conteúdo para conseguir atingir os objetivos e metas definidos:

Tenha em mente também que um formato sempre pode ser transformado em outro. Um e-book, por exemplo, pode ser transformado em diversos artigos ou ainda ser criado diversos infográficos a partir de uma planilha. Dessa forma, você tem mais chance de cativar o cliente e assim, garantir mais leads para a empresa.

Plataformas

Não adianta nada também você produzir um conteúdo de qualidade e que tenha utilidade para o seu público se ele estiver na plataforma errada. Com isso, tão importante quanto conhecer os gostos e desejos dos seus clientes é saber em qual meio ele mais se encontra e gosta de receber o conteúdo da sua empresa. A partir dessa análise fica mais fácil optar pelo conteúdo certo para cada plataforma.

Veja abaixo as principais plataformas que você deve usar no seu planejamento de marketing de conteúdo:

Blog

Entenda que um blog é o seu terreno dentro da internet, pois é uma plataforma totalmente personalizável onde você tem total controle sobre o que é postado. Além disso, os blogs também suportam qualquer tipo de conteúdo, o que como dissemos anteriormente, ajuda a cativar ainda mais a audiência.

Dessa forma, com um planejamento de blogging busque transformar os seus blogposts em conteúdos inovadores e curiosos, se firmando como marca perante aos clientes. Além disso, não se esqueça de sempre pensar e determinar o objetivo do conteúdo que está produzindo e se ele segue a meta final da estratégia da empresa.

E-mail

Pode ter certeza que o e-mail também é uma plataforma muito importante para fazer com que um planejamento de conteúdo aconteça corretamente. Saiba que o e-mail marketing é um excelente canal para se conseguir fazer negócio, conduzindo os leads pela jornada do cliente até chegar o momento da compra do seu produto ou serviço.

Entretanto, aqui vai uma dica muito importante para todos que pretendem usar o e-mail como uma plataforma de negócios: nunca compre listas de e-mail. Além de ser antiético, você também pode prejudicar a imagem da sua empresa perante possíveis novos clientes, aumentando a taxa de rejeição e cancelamento do recebimento dos seus e-mails.

Mídias sociais

Por último, mas não menos importante, as redes sociais são primordiais para você conseguir ter uma presença digital e assim propagar o seu conteúdo. Se adapte a característica de cada mídia social, ou seja, no Facebook opte por um conteúdo versátil e com links externos, no Instagram materiais principalmente visuais e no LinkedIn trate de assuntos mais profissionais, por exemplo.

Além disso, opte sempre por tem um perfil profissional, pois isso transmite maior profissionalismo e credibilidade para o público. Não se esqueça também da periodicidade nas postagens, como já dissemos anteriormente, pois isso faz toda a diferença em um planejamento de redes sociais e para o público.

Otimização para SEO

Com certeza em algum momento da sua vida você já ouviu falar ou leu algo sobre SEO (Search Engine Optimization). Saiba que no mundo digital uma das melhores maneiras de fazer com que o seu conteúdo seja encontrado passa pela otimização do seu conteúdo em SEO.

Essa técnica consiste na construção de textos a partir de estratégias e técnicas que potencializam o posicionamento do seu site nas páginas de resultado de busca, como do Google, por exemplo. Esse melhor ranqueamento faz com o seu site tenha maior visibilidade e, por consequência, mais visitantes e uma maior chance de conseguir vendas.

Uma das principais técnicas dentro do SEO é a utilização e repetição de palavras-chaves ao longo do conteúdo. Esses termos são expressões procuradas sobre determinados assuntos e te auxiliam na escolha do tema mais correto para atrair o seu público.

Dessa forma, se o seu conteúdo estiver otimizado de maneira correta, com as palavras-chaves que ligam a sua empresa ao seu público e persona, por exemplo, é uma maior garantia de sucesso nas vendas. Para aumentar ainda mais a potencialidade das técnicas de SEO, você também realizar promoções pagas, incluindo a sua marca em espaços publicitários pela Internet, como no Facebook e no Google, por exemplo.

Dica extra

Uma maneira de facilitar todo o planejamento de conteúdo a ser realizado pela sua empresa é através da criação de briefing para cada publicação. Como já dissemos anteriormente, cada publicação deve ser pensada e executada com seu objetivo próprio que agrega a meta final da estratégia da empresa, sendo importante especificar cada uma delas.

Dessa forma, entenda que o briefing é um documento extremamente importante que reúne todas as informações necessárias para se conseguir realizar aquela determinada postagem. Algumas das informações que devem estar presente em um bom briefing são:

Esses são apenas alguns exemplos de tópicos que não podem faltar em um briefing, existem mais coisas que devem ser inseridas para que não ocorra erros.

Quer saber ainda mais sobre briefing? Então, clique aqui para ter acesso ao nosso gerador de briefings e aqui para conhecer um modelo que se encaixa perfeitamente para qualquer empresa.

banner gerador de briefing

COMO TRANSFORMAR CONTEÚDOS EM DINHEIRO NO SEU NEGÓCIO?

César Ribeiro

Avatar

César Ribeiro é o CEO do RedatorOnLine.net e consultor de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Atua com marketing digital e marketing de conteúdo há mais 8 anos. Autor, empreendedor e apaixonado pela internet.

Website: https://redatoronline.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *