A jornada do herói: Conquiste clientes com histórias poderosas

Contar histórias é uma habilidade poderosa para atrair e encantar as pessoas. E quem pretende usar essa técnica para gerar negócios, precisa conhecer muito bem a jornada do herói.

a jornada do heroi

A jornada do herói, ou monomito como também é chamada, é uma estrutura para contar histórias de modo envolvente e atrativo. Ela foi idealizada pelo antropólogo Joseph Campbell, que identificou pontos em comum na maioria dos mitos, lendas e histórias de super heróis.

Campbell utilizou o termo pela primeira vez no ano de 1949, em seu livro “O Herói de Mil Faces“. Mais tarde, o conceito e a estrutura foram revisados por Christopher Vogler e persistem até hoje como uma excelente técnica de storytelling.

Mas, como um empreendedor ou profissional de marketing podem usar a jornada de herói para conquistar clientes e vender mais? É exatamente sobre isso que vou falar neste post.

Aprenda como uma boa história pode fazer com que seus clientes se encantem com seu negócio e, assim, aumentar suas vendas. Continue a leitura e domine a jornada do herói!

O ciclo da jornada do herói

A jornada do herói é representada por um ciclo de 12 estágios, compilados pelo executivo cinematográfico Christopher Vogler. Vogler desenvolveu seu livro “A Jornada do Escritor: Estrutura Mítica para Roteiristas”.

Na obra o autor reúne os 12 estágios e os coloca como guia para escritores e roteiristas da indústria cinematográfica. Essa receita de contos foi utilizada em diversos filmes da Disney, empresa na qual ele trabalhava, entre os anos de 1989 e 1998.

Veja a representação do ciclo na imagem abaixo:

Fonte: Paulo Macedo

Mas o que significa cada uma das partes da jornada do herói e por que são tão importantes? Veja o que ocorre em cada fase a seguir:

1. O mundo comum

Essa etapa também pode ser chamada de zona de conforto. É o lugar que o nosso aspirante a herói vive atualmente, junto com as demais pessoas e já tem sua vida construída.

O mundo comum é confortável, tranquilo e às vezes até representa um relativo sucesso para o personagem. Aqui ele vive no piloto automático, fazendo as coisas que precisa fazer, sem se dar conta dos perigos que o rondam e muito menos reconhece o seu legado.

2. O chamado à aventura

O chamado é o momento crítico em que ele se vê confrontado com a sua missão. Algo o faz questionar a vida que vive hoje e o instiga a buscar por mais. No entanto, é difícil abandonar a zona de conforto, pois a jornada que vem pela frente é estranha e perigosa.

Por isso, o herói precisa de algum tempo para entender o chamado e refletir se vai aceitá-lo ou não.

3. Recusa do chamado

Depois de pesar todos os prós e contras, o herói decide recusar o chamado à aventura. Ele não se sente preparado para abandonar o mundo comum e seguir pela jornada do herói que precisa enfrentar.

É comum também que o personagem não se sinta preparado para o desafio, tenha problemas de autoconfiança e autoestima. O mundo em que vive hoje também pode estar afogando suas habilidades e por causa disso ele não topa seguir em frente.

4. Encontro com o mentor

Para convencer o herói a aceitar o desafio, surge um mentor ou um auxiliador. Um sábio, que tem todo o conhecimento necessário sobre a jornada mas não pode caminha-la, pois este é o desafio do super herói.

O mentor convence o herói a aceitar a missão quase impossível e se compromete em ajudá-lo. Durante essa etapa é comum que o personagem passe recluso por um tempo para obter um treinamento e se preparar para o que vem a seguir.

banner conteúdo estratégico

5. A travessia do primeiro limiar

Após receber ajuda do mentor e seu treinamento, o herói possui todas as habilidades e conhecimentos necessários para enfrentar sua missão. Agora ele precisa sair do treinamento e partir para o campo de batalha.

Esse é o momento em que o personagem embarca na aventura de fato. Geralmente é representado por uma longa viagem até o destino, ou até onde se encontra o desafio do super herói. Aqui marca o momento de partida à batalha.

6. Provas, aliados e inimigos

Durante o caminho percorrido pelo herói ele precisa enfrentar desafios, provas e inimigos. Essas atividades servem para treiná-lo para o que vem a seguir, testar suas habilidades e torná-lo mais forte.

É um período de amadurecimento para o personagem que ocorre na vida real, fora do campo de treinamento e sem a ajuda de seu mentor. Embora ele ainda não saiba que tudo isso é para o seu bem, enfrenta com força e garra os obstáculos que surgem em sua caminhada.

7. Aproximação da caverna secreta

A caverna secreta representa um momento de reflexão. Ele pesa tudo o que ocorreu em sua jornada até aqui, entende as habilidades que conquistou e se dá conta que o grande desafio está bem mais próximo do que imagina.

A aproximação da caverna é o momento do último suspiro, antes de enfrentar o grande vilão da história.

8. A provação

O grande desafio. Finalmente chega a hora de enfrentar o seu antagonista. É hora de colocar suas habilidades a prova e fazer aquilo que veio sendo treinado para fazer. O herói está confiante e, em alguns casos, com um ego super inflado para o grande o dia.

Contudo, logo ele descobre que não se preparou o suficiente e o desafio era maior do imaginava. O personagem não passa na prova e em algumas tramas chega a morrer, ou sofrer uma derrota esmagadora, que também serve para seu aprendizado.

9. A recompensa

Mesmo depois de ser derrotado ou sofrer bastante, o herói é recompensado. Seja com o aprendizado, uma lição extremamente valiosa, ou a força que obteve após enfrentar a sua primeira batalha importante.

Nesse ponto da história o herói finalmente começa a demonstrar características de um indivíduo superior, mais preparado e confiante. Geralmente é aqui que ele é reconhecido pelo seu mentor como alguém pronto a enfrentar qualquer desafio.

10. O caminho de volta

Depois de viajar para longe, o herói retorna para sua vida comum. Ele precisa tirar a sua capa de super herói e retornar para a zona de conforto, onde deixou pessoas a sua espera e se sente mais seguro.

Nesse caminho de retorno, no entanto, o personagem se questiona se esta é a melhor escolha mesmo. Ele deve voltar ou continuar enfrentando desafios? Será que a zona de conforto ainda continua tão boa quanto ele lembrava?

11. A ressurreição

O retorno de seu antagonista é o marco que o faz entender que precisa continuar lutando. Nesse momento ele aceita o desafio, luta novamente. Mas, desta vez, derrota definitivamente o seu arque inimigo.

Na ressurreição recebe o reconhecimento de todos e se fixa como herói inquestionável, o salvador de todos.

12. O retorno com o elixir

Por fim, vem o fechamento da história, representada pelo retorno com o elixir ou a recompensa. Ele retorna ao local de origem, agora mais forte e preparado. É reconhecido por todos, aclamado e muito elogiado.

A partir desse momento o herói vive uma vida mais plena e transformada. Em alguns contos, ele embarca em outras aventuras e não fica em sua zona de conforto. Já em outras histórias retorna para o lugar comum e “se aposenta”.

Como usar a jornada do herói para fazer negócios?

A jornada do herói é um artifício muito usado no cinema e na TV, como você já deve ter percebido. Entretanto, também pode ser uma excelente estratégia de marketing para seu negócio.

Você pode usar as fases da jornada para descrever sua própria história, caso seja a sua persona transformada. Ou seja, aquela pessoa que passou pelos desafios que seu cliente está enfrentando hoje, superou os desafios e retornou para ajudá-lo.

Um grande exemplo de persona transformada é quando alguém descobre um método extremamente poderoso. Com a descoberta o “herói” dessa história resolve seus problemas, como conquistar seu grande sonho ou sair das dívidas, por exemplo, e em seguida compartilha o que descobriu com as demais pessoas.

Entretanto, você não precisa ter enfrentado os desafios para usar a jornada do herói. É importante lembrar que o personagem principal do seu enredo, quando falamos em geração de negócios e vendas, sempre deve ser o seu cliente.

Portanto, você pode usar a jornada do herói para apresentar a seu público os ganhos que terão no futuro. Com a representação da jornada eles compreenderão a transformação ou os benefícios que seu produto ou serviço é capaz de gerar e assim comprarão de você.

Utilize a jornada do herói sempre que possível, como:

  • Em sua estratégia de marketing de conteúdo;
  • Materiais de vendas, como landing pages e vídeos;
  • Para demonstrar depoimentos e cases de sucesso;
  • Como uma obra fictícia, porém com traços que se conectam com seu público.

O importante é utilizar essa ferramenta para conquistar clientes e contar histórias poderosas para seu público. Pratique essa técnica para quem seu storytelling fique cada vez melhor e mais eficaz.

E por falar nisso, aproveite para melhorar sua estratégia de conteúdo como um todo. Participe do Curso Gratuito Conteúdo Estratégico agora mesmo. Aprenda como atrair clientes através de seus conteúdos, usando estratégias como a jornada do herói e muitas outras. Inscreva-se!

banner conteúdo estratégico

Junte-se a mais de 600 alunos e descubra como atrair mais clientes com o marketing de conteúdo!

César Ribeiro

Avatar

César Ribeiro é o CEO do RedatorOnLine.net e consultor de marketing para pequenas empresas e profissionais liberais. Atua com marketing digital e marketing de conteúdo há mais 8 anos. Autor, empreendedor e apaixonado pela internet.

Website: https://redatoronline.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *